Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. ÉTICA PARA UM JOVEM

.arquivos

. Maio 2019

. Março 2018

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Terça-feira, 12 de Abril de 2011
ÉTICA PARA UM JOVEM

Quando a minha filha andava no 10º (há 9 anos), foi aconselhada pela professora de Filosofia a ler um livro chamado "Ética para um jovem".

Comprou-o, leu-o e, pelo que penso, tem feito bom uso do que leu.

Eu tenho a terrivel mania de não deitar livros fora. Sejam escolares ou não, mesmo que estejam muito velhos, colados com fita gomada, sublinhados, com apontamentos escritos nas margens, com desenhos,  até mesmo a cheirar a mofo, não sou capaz e pronto.

Andei a dar uma volta pelos armários e descobri este, já sem capa, guardadinho no meio de outros.

Lembrei-me que nunca o tinha lido. Folheei-o pensando que seria apenas mais um livro escolar e tive a grata surpresa de ver que era tudo menos aquilo que eu pensava. É um LIVRO DE VIDA.

Escrito por Fernando Savater é, supostamente, uma conversa de pai para filho.

Vou ainda quase no principio mas já começa a estar sublinhado, com apontamentos nas margens tal como eu fazia (e ainda faço) com os meus.

Já recordei, sim porque na minha idade (hehehe) já soubemos tudo mas esquecemo-nos, não é?

Então ,melhor dizendo, reaprendi que em matéria de Liberdade nem sempre somos livres de escolher o que nos acontece mas somos livres de escolher a maneira como respondemos a esses acontecimentos.

Ora eu, não escolhi adoecer mas escolhi aproveitar a oportunidade de me tratar.

Não escolhi não me curar mas escolhi não me deixar abater e continuar a viver.

E ainda bem que escolhi não deitar nunca livros fora. Assim escolho continuar a lê-lo e a reaprender.

publicado por rodrigando às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds