Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

rodrigando

Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.

rodrigando

Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.

OFICIALMENTE...

rodrigando, 02.05.11

Estou reformada.

Quando recebi a noticia inicialmente senti-me feliz e liberta.

Há muito que tinha decidido que quando me reformasse faria voluntariado e mantenho a decisão.

Depois, ao ler a carta com a comunicação e os pormenores, senti-me triste e até revoltada.

Fiquei com uma pensão mais baixa do que o que estava calculado e ainda menos do que o ordenado, que já de si era baixo.

Eventualmente será alterado se comprovar que nos dois últimos anos descontei para aposentação e sobrevivência.

Eu sou (era) funcionária numa Escola, então como poderia não descontar? Então porquê o eventualmente? 

Como se isso não bastasse numa pensão de 466,00, desconto 3,14 para o Factor de Sustentabilidade para 2011.

O que é isto, afinal?

Eu sou (era) funcionária pública! É esta a minha reforma choruda?

Estive 12 anos desempregada. Toda a vida tinha estado atrás duma secretária mas quando surgiu uma oportunidade aproveitei-a.

Passei a ser "contina" numa Escola.

Se alguém estranhava eu respondia como sempre pensei - Não há profissões indignas, há pessoas indignas em todas as profissões.

Durante 15 anos exerci esta profissão com a mesma dedicação e profissionalismo que sempre tive.

Orgulho-me da relação que tive e tenho com alunos, colegas e professores: Respeito e camaradagem. Já tenho saudades.

Chegar ao fim da vida profissional e ficar com esta pensão faz-me pensar.

Não tenho dívidas nem grandes encargos.

Tenho filhos que em caso de necessidade me apoiarão, mesmo tendo filhos pequenos e os encargos de casais jovens.

Sei que há pessoas com reformas muito inferiores à minha e sem qualquer apoio. Como sobrevivem?

E, embora um pouco triste e revoltada, sinto que não sou dos mais desafortunados.

Estou reformada e livre. {#emotions_dlg.happy}Vou fazer o que quiser e puder... mesmo que com pouco dinheiro.{#emotions_dlg.bouquete}

2 comentários

  • Imagem de perfil

    rodrigando 04.05.2011

    Ontem estive na Escola a confirmar se estava tudo certo e apenas me faltam 8 anos ao serviço de uma empresa que faliu há mais de 30 anos. Também estive 12 anos desempregada. Aos 36 anos já era muito velha para ser empregada de escritório .Aqui não há nada a fazer. Não posso queixar-me muito realmente mas toda a vida trabalhei e descontei e agora só tenho isto. Sei que há quem esteja muito pior mas eu queria era que estivessemos todos bem.
    Para mim vai dar e, como não vou ficar inactiva nem vou ter tempo para pensar.
    Um beijinho
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.