Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. Cansada de ter saudades

. Saudades

. Saudades

. FELIZ DIA DA MÃE

. DE VOLTA? TALVEZ

. PAI SE É POSSIVEL...

. Morreu em HOMEM!!!

. SINA ...(?)

. EM TEMPO DE PÁSCOA E REFL...

. PARABÉNS FILHO

.arquivos

. Maio 2019

. Março 2018

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Sábado, 5 de Junho de 2010
"O MUNDO É UMA BOLA DE ALGODÃO" ou talvez não...


[algodao-doce-junkie.jpg]


Já fui ao arraial.

Isto é, já fui jantar ao arraial.

A sardinha este ano está uma delicia. E tudo o resto. Mas penso que o ambiente também contribui para o sabor.

Ainda não eram 8 da noite e já a tenda, com capacidade para cerca de 80 pessoas, estava cheia e as mesas até junto do coreto estavam quase todas ocupadas.

Só me irrita ver pessoas na fila à espera de lugar para jantar e algumas  que chegaram para jantar às 7, ocuparem as mesas até à meia noite.

É claro que têm direito a jantar,beber café e saborear o seu wisky com calma e sem pressas mas será que não têm um minimo de respeito pelos outros? E se também um dia estivessem 1 ou 2 horas à espera, numa fila em pé. Gostariam?

Eu  desistia, de certeza.

Hoje vi colocarem mesas e cadeiras em sitios onde não era suposto, para evitar que as pessoas esperassem tanto.

Nós acabámos por jantar e vir embora antes do baile começar. As crianças estavam desinquietas. Jantaram, pediram balões (dos mais baratinhos), há alguns a 5 euros!!!

Fui comprar-lhes algodão doce e quase desisti. 2 euros cada! Perguntei à senhora se podia fazer rolos mais pequenos. Disse-me que sim mas ao mesmo preço.

Acabei por falar com os meus netos e comprámos apenas 1 para os dois. Mesmo assim não comeram nem metade. Depressa começou a ficar pegajoso nas mãos e duro na boca.

 

Lembro-me quando os meus filhos eram pequenos e lhes cantava:

 

"O mundo é (era) uma bola de algodão

Que está na nossa mão

Que fica bem melhor se tu sorris

O mundo é uma bola de algodão

Que está na tua mão

Que está na nossa mão

Fazer feliz"

 

Mas a 2 euros cada?

Bolas. É a crise ou outro nome mais feio?

Quanto ao meu neto mais novo (10 meses) olhava de tal forma para as luzes e os festões coloridos que a cabecinha parecia um cata-vento. Só fez beicinho quando percebeu que vinhamos embora.

Ah! e quem jantou na tenda teve direito a espectáculo especial: Dois empregados empoleirados em cima de um escadote para chegarem à cúpula e tirar um balão que, ao fugir, deixou a pequenina dona em pranto.

O que é que não se faz pelo sorriso de uma criança?

 

publicado por rodrigando às 00:30
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Quarta-feira, 2 de Junho de 2010
MARCHAS E ARRAIAIS
Imagem:
#
#

#

Gosto.

Sou Lisboeta, ali de Santa Apolónia.

Tinha como vizinhos Alfama, Graça ,Beato e Olivais, Alto do Pina, Marvila.

Adoro as Marchas e a carolice de tantos que nelas trabalham por amor à camisola, embora nunca tenha ido ver o desfile da Avenida.

Vejo-as quando vão aos outros bairros e já vieram várias vezes ao meu.

Adoro as sardinhas assadas na rua, pingando sobre uma boa fatia de pão e uma boa tijela de caldo verde.

Lembro-me da rivalidade que havia entre os Bairros.

Quando achavam que a votação não era justa,  quem perdia ia ao bairro ganhador e havia autênticos "arraiais de pancadaria".

Lembro-me quando podíamos andar na rua toda a noite, correr os Bairros todos, sem medo de sermos assaltados.

Hoje os "Marchantes" já não andam à pancada. Os bairros que marcham são subsidiados. E até os bairros "chics" têm a sua Marcha vestida por grandes estilistas.

Tornou-se "um must" ser marchant (e).

Eu continuo a preferir o arraial popular, a sardinha a pingar comida no pão (à mão,claro).

A música popular ao vivo, se possivel mas, em último recurso, uma boa colectânea de artistas  também serve.

E, apesar da crise, não é que o Português  consegue sempre descobrir uns tostõesitos no fundo da algibeira para gastar nos arraiais?

E eles começam já amanhã, para aproveitar os feriados.

Divirtam-se!

 



publicado por rodrigando às 01:30
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
Terça-feira, 1 de Junho de 2010
DIA MUNDIAL DA CRIANÇA


 

 

 

Uma garota deitada na areia.

 

 

 

Hoje mais uma vez se festeja o Dia Mundial da Criança.

Por todo o lado se mimam as crianças. Oferecem-se prendinhas. Fazem-se pequenas festas, enfim hoje é o dia dos pequeninos.

Acho optimo.

É um dia especial como especiais são todas as  crianças.

Mas os Noticiários abriram com a notícia de que há, em Portugal, cada vez mais crianças maltratadas e negligenciadas.

E que há hospitais que não denunciam estes casos. Quer dizer: São coniventes com quem as maltrata.

E não são os funcionários que encobrem, é politica da Administração.

Não nos basta lembrarmo-nos que há crianças a ser usadas em trabalho de escravo. (Recuso-me a dar chocolates aos meus netos desde que vi um documentário com crianças a subir a cacaoeiros e, de catana a mão, colherem os frutos que nos darão o tal saboroso chocolate).

Como na China, na Tailândia e em tantos outros países em que as crianças são usadas, não na ajuda à família mas como mão de obra lucrativa.

Se isso nos revolta, como deveremos sentir-nos ao saber que aqui mesmo, se calhar no prédio ao lado ou do outro lado da rua, há crianças a ser maltratadas?

Porque há uma grande diferença entre corrigir e maltratar.

E com que mágoa e tristeza recordamos que quem mais amamos já sofreu o mesmo?

Gostava tanto que, no próximo ano, os noticiários abrissem com a noticia de que os Hospitais  e as Associações de Apoio à 

Vitima não tivessem registos de violência infantil!

Utópico?

Se calhar depende de cada um de nós "meter-se na vida alheia" e denunciar os casos que se conhecem, mesmo correndo o risco de desavenças familiares.

Porque as crianças merecem ser Amadas, Respeitadas e Protegidas.

Para os meus três netos que o Amor que os rodeia perdure para sempre.

publicado por rodrigando às 20:27
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds