Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Contador

contador

SELO À AMIZADE

.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. CONFIDÊNCIAS

. ÁS VEZES BASTAVA UM SORRI...

.arquivos

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Sábado, 10 de Outubro de 2009
CONFIDÊNCIAS

 EGOISTA =  Pessoa que quer ter tudo.

 

Não pareço ,não quero ser mas a verdade é que me dei conta que o sou.

 Desde que me vi livre de um certo problema que durou quase vinte anos, que me habituei a ser dona e senhora de mim ,do meu tempo,da minha casa, do meu pouco dinheiro, da minha muita vontade e do meu nariz que, apesar de não ser  nada pequenino, não costuma meter-se aonde não é chamado. 

Habituei-me a ir para onde quero e posso, sem ter que dar contas a ninguém. Levanto-me  e deito-me quando me apetece.

Tenho um emprego que, sem ser o que eu sonhava, me é gratificante.

Tenho uma casa que, embora velha e pequenina é minha, pelo menos enquanto eu pagar os 4 euros de renda mensal.

 Tenho amigos, filhos e netos maravilhosos que me completam como pessoa.

Ainda não tenho mas sei que vou recuperar a saúde e o resto são as coisas próprias de idade.

 Sei que se muitas pessoas tivessem tudo isto sentir-se-iam felicíssimas mas eu não me sinto.

De vez em quando sinto que me falta algo que é muito importante na vida de todas as pessoas. É que eu, apesar da minha idade, apesar de tudo o que tenho, sinto-me só..

Os filhos  falam muitas vezes  em eu reconstituir a minha vida. Sei que me apoiariam se o fizesse.

A brincar digo-lhes que não tenho com quem. Respondem-me que não vejo porque não ando à procura. Talvez seja verdade mas também é verdade  que tenho medo de voltar a acreditar, de voltar a confiar, de voltar a sofrer e também não quero abdicar da independência que tenho.

Não quero voltar a viver nada do que já vivi mas gostava de sentir o coração a bater mais depressa por alguém, gostava de sentir uma mão que apertasse a minha com carinho, gostava de poder compartilhar o resto da minha vida com alguém a quem amasse  e me amasse, nem que fosse só um bocadinho.

É que estou cansada de ter o coração vazio.

 

                                                                                                           

sinto-me: Só e egoista
publicado por rodrigando às 01:29
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009
ÁS VEZES BASTAVA UM SORRISO

 

       O meu vizinho melhorou e já vai voltar para casa.Hoje encontrei a esposa que me disse que provavelmente terá que mudar de casa pois mora num terceiro andar,sem elevador e o médico não aconselha o marido a subir escadas,pelo menos por enquanto.

         -Estou tão contente! disse-me com um grande sorriso.

         -Mas agora tenho pena de sair daqui, já me habituei ás pessoas.

.        Devo tê-la olhado com  ar de incredulidade . Como se pode ter habituado a pessoas com quem se cruzou durante uma quantidade de anos (eu incluída) sem que tivesse havido qualquer troca de palavras ou até um simples cumprimento?

          Quando lho disse ,respondeu que eles também tiveram culpa ,que viviam num mundo tão só seu que nunca se deram conta de que precisavam de outras pessoas.Que foi preciso passarem por esta aflição para o perceberem..

           Meio a sério,meio a brincar,respondi-lhe que então não fizessem o mesmo no novo lugar para onde forem.

           Quando nos despedimos dei por mim a pensar que às vezes precisamos de passar por algum momento menos bom para percebermos que temos que mudar algo na nossa vida. 

            Pelos vistos e de maneira bem dolorosa este casal aprendeu que não pode viver só.Eu aprendi que estar atenta aos sinais que nos dão pode ajudar mas , aprendi sobretudo que se alguma vez ,nas tantas em que nos cruzámos, os tivesse cumprimentado ou apenas

sorrido ,a senhora  talvez não se  tivesse sentido tão sózinha quando o marido adoeceu.

             E afinal sorrir é tão fácil.

sinto-me: hoje senti-me útil
publicado por rodrigando às 19:48
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds