Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Contador

contador

SELO À AMIZADE

.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. HOJE VOU AO HOSPITAL

. GRIPE A - CUIDADOS OU PAR...

. DIZER BEM quando é mereci...

.arquivos

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009
HOJE VOU AO HOSPITAL

  Mas ontem fui ao psicólogo.

Precisava que  me passasse uma carta em que desse a opinião dele quanto ao meu estado de saúde  psicológico sem o qual não posso iniciar o tratamento.

Acontece que me descuidei e não marquei a consulta a tempo e horas no Centro de Saúde.

Agora tive que recorrer a um semi-particular (porque a Junta de Freguesia disponibiliza as instalações e as consultas são muito mais baratas) mas gostei do psicolólogo e do facto da consulta não ser feita num consultório normal.

Depois de conversarmos bastante sobre a minha vida presente e passada e depois de ele chegar à conclusão de que tenho na minha vida muitas coisas mal resolvidas e que ainda me magoam, passou-me a carta. 

Fez-me muito bem desabafar  coisas que normalmente não falo com ninguém mas o facto de se ter criado empatia entre ambos ajudou muito. 

Fez-me verbalizar sentimentos em que normalmente não penso. Perguntou-me se a minha relação com o meu ex-marido era amor-ódio. Nunca tinha pensado nisso e entre ambos chegámos à conclusão que é somente (?) revolta e (ainda) muita raiva.

Pelo que me apercebi tenho ainda muita coisa para compreender e aprender da minha vida. 

Mas logo vou ao Hospital e espero vir de lá com a certeza de que vou finalmente fazer o tratamento e curar-me.

                                               

sinto-me: esperançada
publicado por rodrigando às 01:28
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009
GRIPE A - CUIDADOS OU PARANÓIA?

No passado domingo a minha filha acordou com uma amigdalite.  Muita febre,mal estar e uma grande infecção.

Foi às urgências do Hospital e mal entrou na Triagem foi-lhe colocada uma máscara e metida na sala de isolamento!

Como ela costuma ter amigdalites duas ou três vezes por ano e o remédio é sempre igual -duas injecções de penicilina -  admirei-me por  ela ter sido colocada na sala de isolamento, embora saiba que a amigdalite é contagiosa.

Ao fim de três horas e meia na referida sala, com mais 4 pessoas que que tinham recebido os mesmos cuidados, deu entrada um novo doente, esse sim, doente a sério, que tinha acabado de chegar da América do Sul e que já  vinha doente. Quando esse doente entrou apressaram-se a consultar os que já estavam na sala há várias horas e só a minha filha saiu de máscara, embora não lhe tivesse sido feito qualquer teste para despistar o virus da gripe A, porque ela não tinha sintomas que o justificasse mas porque tem um filho de 4 anos e assim evitava o contágio.

Quando ela chegou à sala de espera onde me encontrava deu-se uma situação caricata: as pessoas que estavam nas cadeiras perto de mim apressaram-se a mudar de lugar!

Resumindo:

Houve excesso de zelo no hospital. É preciso haver cuidado mas  apenas quando o mesmo se justifica.

Anormalmente as pessoas eram atendidas em menos de uma hora enquanto estas 5 pessoas estiveram lá várias horas.

As pessoas que estavam na sala de espera  deram-me pena. A máscara  é colocada por precaução e defesa dos que não estão infectados. Não são de modo algum um aviso de que quem as usa tem peçonha.

Cuidados sim! Paranóia,não!

Estes dias  depois do trabalho, tenho ido para casa dela para a apoiar e evitar que o menino esteja em contacto muito estreito com a mãe, depois de vir do infantário.

Felizmente está melhor e em casa tirou a máscara porque o filho chorava ao vê-la assim.

Foi um dos argumentos usados para evitar a proximidade.

Depois daquilo a que assisti cheguei à conclusão que a propagação da gripe será facilitada porque o uso da máscara,em vez de protecção vai ser um estigma e é pena.

Afinal parece que não somos assim tão civilizados...

                                                                                                      

 

 

 

 

 

sinto-me: Triste e irritada
publicado por rodrigando às 21:16
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Agosto de 2009
DIZER BEM quando é merecido

 

O meu dia de ontem começou às 6,30 da manhã.

Depois de algumas horas deitada, sem conseguir dormir porque o hábito de me deitar tarde faz com que não consiga adormecer cedo,l á me consegui levantar à hora a que praticamente me deito nos outos dias.

Às 8 horas já estava no Hospital Pulido Valente.  Análises ao sangue, confirmação da genotipagem da hepatite C, ecografias ao estômago, figado, pâncreas, rins etc.

Electro e ecocardiograma.

Ás 11 horas já estava despachada.

 

Atendimento, tempo de espera, simpatia, humanismo, profissionalismo :

   

                     

Hoje foi assim!

 

De seguida consulta de oftalmologia na Clinica de Stº. António.

 

35 minutos antes da hora marcada recebi um telefonema a pedir-me para confirmar se ia à consulta. Confirmei.

Quando lá cheguei o médico já estava à espera

Tempo de espera =0

Atendimento, simpatia, profissionalismo:

 

Quando esperava ter um dia de frustração e cansaço, salas de espera à cunha, funcionários

cansados e mal humorados, médicos e técnicos que enquanto nos examinam falam uns com os outros do que lhes apetece ,como se o doente não estivesse ali, o que me irrita profundamente, tive esta agradabillissima surpresa.

 

PROTESTAR quando é preciso, RECONHECER quando é merecido.

 

Para finalizar parece que todos os orgãos examinados estão em condições de aguentar o tratamento.

Só falta o aval do psiquiatra. Mas esse também depende muito de mim e, se assim fôr, vontade de me curar não falta...

 

Acabei o resto da tarde em casa do meu filho mais velho mimando os netos,recebendo mimos e constatando que o Gonçalo, com três semanas de vida ,parece já um

bebé com mais idade.

Afinal um dia cheio.

sinto-me: cansada e cheia de sono
publicado por rodrigando às 03:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds