Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Contador

contador

SELO À AMIZADE

.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. FELIZ DIA DA MÃE

. DE VOLTA? TALVEZ

. PAI SE É POSSIVEL...

. Morreu em HOMEM!!!

. SINA ...(?)

. EM TEMPO DE PÁSCOA E REFL...

. PARABÉNS FILHO

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. CHEGOU A PRIMAVERA

.arquivos

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Segunda-feira, 2 de Maio de 2011
OFICIALMENTE...

Estou reformada.

Quando recebi a noticia inicialmente senti-me feliz e liberta.

Há muito que tinha decidido que quando me reformasse faria voluntariado e mantenho a decisão.

Depois, ao ler a carta com a comunicação e os pormenores, senti-me triste e até revoltada.

Fiquei com uma pensão mais baixa do que o que estava calculado e ainda menos do que o ordenado, que já de si era baixo.

Eventualmente será alterado se comprovar que nos dois últimos anos descontei para aposentação e sobrevivência.

Eu sou (era) funcionária numa Escola, então como poderia não descontar? Então porquê o eventualmente? 

Como se isso não bastasse numa pensão de 466,00, desconto 3,14 para o Factor de Sustentabilidade para 2011.

O que é isto, afinal?

Eu sou (era) funcionária pública! É esta a minha reforma choruda?

Estive 12 anos desempregada. Toda a vida tinha estado atrás duma secretária mas quando surgiu uma oportunidade aproveitei-a.

Passei a ser "contina" numa Escola.

Se alguém estranhava eu respondia como sempre pensei - Não há profissões indignas, há pessoas indignas em todas as profissões.

Durante 15 anos exerci esta profissão com a mesma dedicação e profissionalismo que sempre tive.

Orgulho-me da relação que tive e tenho com alunos, colegas e professores: Respeito e camaradagem. Já tenho saudades.

Chegar ao fim da vida profissional e ficar com esta pensão faz-me pensar.

Não tenho dívidas nem grandes encargos.

Tenho filhos que em caso de necessidade me apoiarão, mesmo tendo filhos pequenos e os encargos de casais jovens.

Sei que há pessoas com reformas muito inferiores à minha e sem qualquer apoio. Como sobrevivem?

E, embora um pouco triste e revoltada, sinto que não sou dos mais desafortunados.

Estou reformada e livre. {#emotions_dlg.happy}Vou fazer o que quiser e puder... mesmo que com pouco dinheiro.{#emotions_dlg.bouquete}

publicado por rodrigando às 22:01
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De blogando-me1 a 2 de Maio de 2011 às 23:09
Então este fim de semana que vem, já podemos ir festejar a reforma????? Contento-me com um cafézinho e dois dedos de conversa .....

Bjs fofos
De rodrigando a 3 de Maio de 2011 às 01:58
Vens a Lisboa?
É só marcar a hora e o lugar do encontro.
Realmente as nossas "reformas" para pouco mais dão!
Espero que quando chegar a tua vez o nosso governo/ministério, esteja um pouco melhor de verbas e boa vontade.
Um abraço.
PS A sério que vens a Lisboa?
De blogando-me1 a 3 de Maio de 2011 às 07:14
Mais logo já mando mail.

Bjs fofos
De rodrigando a 3 de Maio de 2011 às 18:22
Fico à espera.
Beijinhos.
De libel a 3 de Maio de 2011 às 15:51
Adélia, realmente são valores que nos assustam, nos deixam a pensar, ainda mais com as coisas como estão, de mal a pior, cada vez sentimos mais dificuldade em manter a nossa sobrevivência. Mas uma coisa que aprecio em ti é essa tua força de vontade, o teu positivismo, a tua postura em relação aos problemas, à inconformidade, a tua serenidade apesar da revolta, és realmente uma pessoa com um poder de encaixe fabuloso e tens um bom senso fora do comum. Ficaria do teu lado em qualquer situação, neste caso apenas posso lamentar, mas acredito que mesmo assim, consigas tirar proveito da tua reforma da melhor maneira.

Agora só temos de combinar um cafézinho BOA??..

Beijokas
De rodrigando a 3 de Maio de 2011 às 18:21
Amiga Libel
Aquilo a que chamas poder de encaixe e bom senso é simplesmente o ter estado atenta às lições que a vida me tem dado.
Nunca fui ambiciosa e ainda não descobri se isso é virtude ou defeito mas, de qualquer modo aprendi há muito as ver as diversas faces de qualquer problema. Hoje já sei que não vou receber mais nada mas também já pensei que há pessoas que ficaram com pensões maiores do que esta mas têm tantos encargos que acabam por ficar pior do que eu.
E se pensar naquelas que infelizmente ainda ficaram com muito menos...nem vale a pena dizer nada.
Continuo revoltada com o facto de, depois de uma vida de trabalho e de sacrificios, haver por aí idosos que depois de comprarem os medicamentos ficam sem dinheiro para comer.
Cafezinho? Combinado!
Ah! e Junho está à porta, lembras-te? Há arraiais!
Um abraço.
De geriatriaaminhavida a 4 de Maio de 2011 às 09:25
É revoltante trabalhar-se tanto para depois acabar com uma reforma desse valor. Infelizmente ainda há gente a ganhar bem menos e também não sei como conseguem. A minha mãe tem uma reforma de cerca de 300 euros e o meu pai de 500, não seria mau de todo se não gastassem cerca de 300 em medicação por mês.
São exemplos destes que me fazem pensar que sou uma esbanjadora.
O que interessa é que agora é uma nova etapa da sua vida, certamente com outros objectivos.
Beijinhos e que esta nova fase a faça muito feliz
De rodrigando a 4 de Maio de 2011 às 11:35
Ontem estive na Escola a confirmar se estava tudo certo e apenas me faltam 8 anos ao serviço de uma empresa que faliu há mais de 30 anos. Também estive 12 anos desempregada. Aos 36 anos já era muito velha para ser empregada de escritório .Aqui não há nada a fazer. Não posso queixar-me muito realmente mas toda a vida trabalhei e descontei e agora só tenho isto. Sei que há quem esteja muito pior mas eu queria era que estivessemos todos bem.
Para mim vai dar e, como não vou ficar inactiva nem vou ter tempo para pensar.
Um beijinho
De Existe um Olhar a 4 de Maio de 2011 às 10:23
Adélia
Felicito-te pela tua postura perante a vida e os anos que passaste trabalhando com dedicação e honestidade, pena é que ao fim de tantos anos vejas o teu trabalho tão mal recompensado, mas é o Portugal que temos, um país da Europa onde há mais desigualdades sociais.
Bom, mas nada de tristezas e lamentos, eu desejo-te mesmo é que tenhas saúde para gozares com tranquilidade esta nova fase da tua vida.

Beijos
Manu
De rodrigando a 4 de Maio de 2011 às 11:44
Manu amiga
Embora não me ajude financeiramente, começo a tomar conhecimento de que até nem sou das piores. Há pessoas a sobreviver com muito menos e algumas com encargos de familia.
Eu não tenho grandes encargos e como nunca pude fazer uma vida folgada, já estou habituada. Para mim só chega. Soube de pessoas que embora tenham ficado com pensões relativamente altas têm prestações altissimas de casa e gastos também elevados em medicamentos. No fim acabam por ficar quase com o mesmo que eu.
Começo é a ficar cada vez mais revoltada com as situações de que vou tendo conhecimento, isso sim.
Casais a receber 180+275,00!!! Como é possivel?
Um abraço amiga.
De TatianaS a 14 de Junho de 2011 às 21:48
Avó, será sempre a minha contina da escola! A avó que sempre me ajudou a fazer os trabalhos de casa quando saía da escola, a avó que eu ajudava com todo o gosto do mundo, a avó que quando eu andava no infantário (ou coisa parecida) me acolhia na sua casa para dar o almoço, a avó que me acolheu uma noite em sua casa a avó, que me pôs a gostar de massa colorida, a avó emprestada que sempre me tratou como uma neta verdadeira! (...) Era pequena mas lembro-me de muitas coisas, coisas que nunca serão esquecidas PROMETO! E pronto, e como sendo minha avó, não consigo deixar de a tratar por "você"... Peço desculpa :)
Minha avó que eu amo !
Beijos da sua neta Tatiana <3

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds