Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Contador

contador

SELO À AMIZADE

.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. FELIZ DIA DA MÃE

. DE VOLTA? TALVEZ

. PAI SE É POSSIVEL...

. Morreu em HOMEM!!!

. SINA ...(?)

. EM TEMPO DE PÁSCOA E REFL...

. PARABÉNS FILHO

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. CHEGOU A PRIMAVERA

.arquivos

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Segunda-feira, 11 de Abril de 2011
PARDALITOS

Passei o dia de ontem na Reboleira, com os filhos mais velhos e os netos mais pequeninos. Depois do almoço resolvemos ir ao Parque Infantil, que fica mesmo ao pé da casa deles.

A tarde estava quente e ensolarada. Como o parque fica numa praceta, as copas das árvores protegem-no do sol e os prédios do vento.

Normalmente está cheio de crianças, na sua maioria romenas, o que por vezes se torna um problema porque, como são sempre muitos, revezam-se nos baloiços e não deixam as outras crianças andar. Quase sempre é necessário um adulto impor-se para que um deles ceda o lugar e sempre de má vontade.

O dia de ontem foi como os outros,  embora o Gonçalo tenha ficado com a cara arranhada por uma pequenina, tão pequenina como ele, que lhe queria passar à frente no escorrega.

Mas o que marcou o dia foi outro acontecimento.

A certa altura reparei num pardalito que esvoaçava num ramo sem conseguir levantar voo. Por vezes ficava de cabeça para baixo, depois lá conseguia endireitar-se e ficar agarrado com as duas patinhas, para de novo voltar a cair. Quase parecia um morcego.

Fui ver de perto e acabei por perceber que ele tinha uma pata presa num fio que estava agarrado ao ramo.

A árvore era demasiado alta e não tinha ramos nem ramificações baixas que permitissem subir para o soltar. Alguém falou em chamar os Bombeiros mas foi motivo de riso: Por causa de um pardal?

Nós sentimo-nos impotentes para o ajudar. E fomo-nos embora sem coragem para continuar a vê-lo esforçar-se inutilmente para se soltar.

Não sei se cortou a patinha, como alguém disse e voou ou se morreu e ainda lá está pendurado. Não tive coragem para lá voltar. 

Só pensei que por vezes nós também somos pardalitos, apanhados nas armadilhas inesperadas que a vida tem.

Neste momento eu sinto-me um.

 

 

 

publicado por rodrigando às 17:59
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Rosinda a 11 de Abril de 2011 às 22:30
Minha querida amiga, eu posso chamar os bombeiros eu subo á árvore, eu corto esse fio que te prede e te impede de voar. Mas tu sabes, eu sei que sabes que faria isso e tudo o que estivesse ao meu alcance para te ajudar. Sei que o momento é mau, mas não te quero ver assim, precisas só de lembrar tudo o que me disses-te nas minhas horas más....
Força amiga, pois és uma mulher valente!
Toca a ficar rija e boa para vir passear até ao Norte ok?
Um beijinho muito grande, aquele abraço nosso e qualquer coisa, já sabes, eu estou aqui....
Anda lá pardalito, força, toca a voar!
Rosinda
De rodrigando a 11 de Abril de 2011 às 23:36
Eu sei tudo isso amiga e agradeço-te do fundo do coração.
E, embora não sendo o meu caso,pelo menos pelos tempos mais próximos e talvez até nunca seja,doeu-me profundamente ver aquele passarinho ali a lutar com a morte sem poder fazer nada por ele.
Senti raiva, senti impotência e, por comparação, senti-me como ele.
Um grande abraço e uma noite tranquila.
De Rosinda a 11 de Abril de 2011 às 23:40
Eu sei qual é essa sensação... pensa positivo, decerto alguém soltou o pobre pardalito.
Vou dormir agora , muito contente e feliz com tanto carinho que recebi hoje, sinto-me mais rica...
Noite de descanso também para ti amiga.
Um abraço
Rosinda
De DyDa/Flordeliz a 12 de Abril de 2011 às 01:51
Bem, mas que situação.

Fica cá um aperto, dificil de esquecer.
Eu acho que subia a árvore. Mas eu sou meio apanhada do clima e não meço os perigos.

Que o diga o meu marido quando me viu no Domingo a escorregar nas quedas da Fervença e a ficar como um pinto (parecia a miss t-shirt molhada).
Hoje tenho um dedo inchado. Mas no fim até tive muita sorte pois poderia ter um fim menos feliz.
Um abraço
De rodrigando a 12 de Abril de 2011 às 14:01
Não havia como subir, nem com uma escada. A árvore foi sempre podada e agora os ramos estão muito altos. Provavelmente só mesmo os bombeiros conseguiriam com as escada deles Ou se tivesse aparecido alguém que soubesse escalar e se quisesse arriscar.Sabes que se fosse possivel qualquer uma das pessoas que la estava teria subido mas não era. Enfim, agora já não há nada a fazer.
Um grande abraço.
De Bete do Intercambiando a 12 de Abril de 2011 às 02:55
Amiga
Podes crer, aquela minha amiga, lá do pedido de casamento, acabou de dizer-me que sente-se igualmente presa numa armadilha!...Estava ela quieta, no seu canto, e a armadilha veio lhe pegar dentro de casa!...Por conta disso, tem perdido a paz, anda deprimida, pode?
Um beijo
De rodrigando a 12 de Abril de 2011 às 14:04
Dessa armadilha ela pode fugir. Eu fugia!
Ela tem que pensar muito bem no que vai fazer e pensar que se calhar, quase de certeza, esse não é o caminho certo para ela.
Se ela não se precipitar bem depressa irá encontrar a pessoa certa.
Um abraço Bete
De Tina a 12 de Abril de 2011 às 09:14
Gostei de tua história, minha amiga Adélia! E essa imagem que nos deste de por vezes parecermos esse pardalito apanhado numa teia qualquer foi curiosa... De certa forma é verdade o que dizes!
Em tempos, nas minhas caminhadas tb assisti a um episodio com um gatinho que pequenino se lembrou de em brincadeiras subir por um tronco alto duma arvore de grande porte.... A alturas tantas ele sentiu-se impotente para sair desse pedestal...queria, mas receava cair...e tiveram mesmo de chamar os bombeiros...os mios do animal eram constantes como a pedir socorro...e eu senti a dor do animal ali preso também naquela "teia"
Infelizmente acontece connosco tb no nosso dia a dia... momentos como este!
Quero agradecer tua visita a meu cantinho dos sonhos, minha querida amiga
Peço desculpa por não ter sido tão assídua ultimamente, mas sabes o motivo.
Tá tudo bem...vou melhorando, graças a Deus1
Espero que tu tb andes melhor e recuperes bem de teus problemas de saude.
Desculpa a forma de escrita sm acentos e pontos..eu quero areviar pois sou tagarela demais e não posso permanecer mt tempo a teclar! entendes...
Beijinhos minha querida amiga Adélia!
De rodrigando a 12 de Abril de 2011 às 14:10
Como já disse, que bom já andares por aqui mas tem cuidado.
Eu falei em chamar os Bombeiros mas fui imediatamente calada por alguém que achou que um passarinho não merecia esse chamada. E se alguém entretanto precisasse deles?
Ali só mesmo a escada magirus tão alto estava o passarinho. Enfim, ou cortou a pata no fio como alguém disse ou morreu ali.
As tuas melhoras Tina. Um abraço
De Tina a 12 de Abril de 2011 às 17:13
Obrigada, amiga...!
Eu não consigo estar em casa a fazer "nada" ..leio , vejo tV e, de quando em quando, venho ate aqui visitar minhas amigos (as), claro!
Tenho saudades...é natural!
Mas, se meu marido me vê, desliga tudo....ehehhe...:-)
Beijocas e um obrigada grande amiga!
De luadoceu a 13 de Abril de 2011 às 11:03
amiga
quando vejo animais assim indefesos,sinto me triste,impotente tb
so me apetece ir la e ajudar
mas as vezes nao conseguimos la chegar e ainda em entristece mais
sim,tens razao,as vezes somos pardalitos que tb pequenininhos que somos as vezes precisamos que nos ajudem e nos mimem
e tu amiga? c estas?
beijinhos

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds