Aqui falo de mim, dos que amo, dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas e de tudo o que gosto...ou não.



Contador de visitas
.Contador

contador

SELO À AMIZADE

.Os Meus amigos



Maripossa


:: Onix ::

San
Sentidos Proibidos Mª
Cuidando de Mim
Da Planície
Tina
Coisas de Mulher
Em busca da Felicidade



.posts recentes

. FELIZ DIA DA MÃE

. DE VOLTA? TALVEZ

. PAI SE É POSSIVEL...

. Morreu em HOMEM!!!

. SINA ...(?)

. EM TEMPO DE PÁSCOA E REFL...

. PARABÉNS FILHO

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. CHEGOU A PRIMAVERA

.arquivos

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

Sábado, 5 de Junho de 2010
"O MUNDO É UMA BOLA DE ALGODÃO" ou talvez não...


[algodao-doce-junkie.jpg]


Já fui ao arraial.

Isto é, já fui jantar ao arraial.

A sardinha este ano está uma delicia. E tudo o resto. Mas penso que o ambiente também contribui para o sabor.

Ainda não eram 8 da noite e já a tenda, com capacidade para cerca de 80 pessoas, estava cheia e as mesas até junto do coreto estavam quase todas ocupadas.

Só me irrita ver pessoas na fila à espera de lugar para jantar e algumas  que chegaram para jantar às 7, ocuparem as mesas até à meia noite.

É claro que têm direito a jantar,beber café e saborear o seu wisky com calma e sem pressas mas será que não têm um minimo de respeito pelos outros? E se também um dia estivessem 1 ou 2 horas à espera, numa fila em pé. Gostariam?

Eu  desistia, de certeza.

Hoje vi colocarem mesas e cadeiras em sitios onde não era suposto, para evitar que as pessoas esperassem tanto.

Nós acabámos por jantar e vir embora antes do baile começar. As crianças estavam desinquietas. Jantaram, pediram balões (dos mais baratinhos), há alguns a 5 euros!!!

Fui comprar-lhes algodão doce e quase desisti. 2 euros cada! Perguntei à senhora se podia fazer rolos mais pequenos. Disse-me que sim mas ao mesmo preço.

Acabei por falar com os meus netos e comprámos apenas 1 para os dois. Mesmo assim não comeram nem metade. Depressa começou a ficar pegajoso nas mãos e duro na boca.

 

Lembro-me quando os meus filhos eram pequenos e lhes cantava:

 

"O mundo é (era) uma bola de algodão

Que está na nossa mão

Que fica bem melhor se tu sorris

O mundo é uma bola de algodão

Que está na tua mão

Que está na nossa mão

Fazer feliz"

 

Mas a 2 euros cada?

Bolas. É a crise ou outro nome mais feio?

Quanto ao meu neto mais novo (10 meses) olhava de tal forma para as luzes e os festões coloridos que a cabecinha parecia um cata-vento. Só fez beicinho quando percebeu que vinhamos embora.

Ah! e quem jantou na tenda teve direito a espectáculo especial: Dois empregados empoleirados em cima de um escadote para chegarem à cúpula e tirar um balão que, ao fugir, deixou a pequenina dona em pranto.

O que é que não se faz pelo sorriso de uma criança?

 

publicado por rodrigando às 00:30
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De DyDa/Flordeliz a 5 de Junho de 2010 às 01:21
Assim não vale.
Fiquei sem bola de algodão (adoro, mas tenho vergonha de comprar ;-) ) ... e sem saber onde foi o arraial )-:
Ora aqui está uma bela forma de partilhar e poupar. Embora com crianças nem sempre a tarefa da divisão seja fácil.

Um abraço
De rodrigando a 5 de Junho de 2010 às 02:32
O Arraial é o de Carnide, Lisboa. Não posso fazer publicidade pois há vários anos que está entregue a pessoas da família e, como é quase todo familiar, o meu contributo é tomar conta do neto porque os pais e os outros avós trabalham lá.
Quanto a ter vergonha... amiga, nestas alturas ninguém repara e vi muitos adultos a comer o que os miúdos deixavam, eu e a minha norinha incluídas.
Mas que o preço é um abuso é. Dá para 2 sardinhas no pão!!!
Um abraço
De Rosinda a 5 de Junho de 2010 às 10:37
Minha amiga, adorei este post. Vieram recordações de quando ia com os meus filhotes às festas das Gualtarianas e o algodão doce era bem mais barato!
A vida é mesmo uma bola, os filhos cresceram e agora vou com os meus pais, que adoram comer meia duzia de farturas e beber um tango! (cerveja com grosselha) e nessa bola que gira sem parar, está na nossa mão dar valor a estas pequenas coisas que nos fazem felizes.
Um beijo grande e muitos para os teus nétinhos.
Abraço amiga.
De rodrigando a 6 de Junho de 2010 às 22:17
É incrivel como os ciclos se completam. Começamos a ir com os pais, continuamos com os filhos,depois com os netos e, alguns de nós ,voltam com os pais.
Eu gosto destas festas e embora desta vez me tenha custado muito comer sardinhas...com água!
Sabes, a minha mãe era uma pessoa muito austera com a vida e com ela própria. Quando eu era solteira era uma carga de trabalhos para me deixar sair. A minha sorte é que tenho dois irmãos mais novos que me serviam de capa e companhia.
Pois imaginas a minha mãe com 80 anos, de bengala numa mão e com a outra a segurar um arco das marchas da 3ª idade?
Quando me disseram pensei que estavam a brincar comigo. Só acreditei quando vi a marcha na rua e lá vinha a minha mãe, na frente, meia envergonhada mas vinha!
É uma das imagens da minha mãe que recordo mais vezes.
Bom fim de semana? Deus permita que sim.
Um abraço.
De Gusty a 5 de Junho de 2010 às 12:56
Por um sorriso de uma criança faz-se tudo!
É tão simples sermos felizes pq complicamos sempre tudo?
Basta apenas um sorriso!! Quantas vezes...
E esta canção do Joel Branco que saudades!
Espero que esteja bem e como sempre aquele abraço bem apertadinho.
Continuo com mts horas de trabalho e ainda nem sei até quando...
Beijos fofos
Gusty
De rodrigando a 6 de Junho de 2010 às 22:02
Olá Gusty
Mas arranja-se um bocadinho para ir até um bailiarico ou aí não há?
Tudo continuo a correr como o previsto no que respeita à saúde.
E a tua, como vai?
Um abraço bem apertado.
De libel a 6 de Junho de 2010 às 14:56
Olá Adélia,

Foi bom vir até aqui, estou feita uma preguiçosa e tu não mereces isso!!..mas olha, esse Arraial de Carnide não conheço, mas a minha mãe decerto conhece, pois ela bate todos os arraiais nesta altura, eu por vezes vou arrastada para um, que fica em Pedrouços, entre Algés e Restelo, também muito animado, onde se come um bom caldo verde, chouriço assado, uns caracolitos e claro...a boa sardinha assada, acompanhada do tintol ou da bujeca...

Digo-te uma coisa, sentada nunca fico, eu e minha mãe andamos num virote a noite toda, ela é danada para a dança, eu não me fico atrás...então os únicos que ficam sentados cheios de vergonha,
são os meus filhotes, a esses ainda não consegui passar estas tradições fabulosas...mas pelo menos ainda nos acompanham ao bailarico, para o algodão doce e outras delícias estão sempre prontos!!..

Tens razão está tudo muito caro, mas passa tão rápido e temos que aproveitar esses momentos deliciosos. Poupamos no Inverno...(aiii...que lá vem a conta da luz...)...pois...O que é que não se faz pelo sorriso de uma criança?..

Beijokas amiga..
De rodrigando a 6 de Junho de 2010 às 21:59
Esse fica no outro extremo da cidade mas, como costumo dizer, é nos bairros periféricos que se come melhor, mais barato e nos divertimos mais sem grandes confusões.
Em Carnide também aparecem muitos jovens. Também não alinham muito no bailarico, a não ser que estejam em grupo mas têm mesas bem animadas, à custa das b'jecas e não só.
E arranja-se sempre uns tostões para uma sardinha, um caldo verde e uma tacinha de tinto.
Um abraço.

De Existe um Olhar a 6 de Junho de 2010 às 21:06
Bem... o preço do algodão é bem caro..puxa..mas hoje ouvi na Tv que cada sardinha custava 2 euros..é verdade? Eu quero lá ir, mas se for a esse preço vai saber-me a ouro.
Boa semana
Beijos
Manu
De rodrigando a 6 de Junho de 2010 às 21:50
Amiga
Este ano ainda só fui a Carnide e lá a sardinha é a 11 euros a dúzia.
É provavel que nos arraiais do Centro da cidade, Alfama, Mouraria, Bairro Alto etc sejam mais caras mas aí é mesmo para turistas. Nos bairros periféricos são normalmente mais baratos.
Espero que quando vieres te divirtas.
De TiBéu ( Isa) a 6 de Junho de 2010 às 23:09
Olá amiga Adélia, com que então a menina foi para a sardinhada, tambem quero.... e com broa. Ups já se comia. E um belo algodão, está cáro não é? Continua te divertindo que eu tenho que procurar onde pode haver sardinha para o fim de semna. beijoka amiga
De rodrigando a 7 de Junho de 2010 às 02:38
É verdade está mais caro o algodão que a sardinha mas, apesar dos miúdos foi uma noite bem passada. Um abraço
De tresgues a 7 de Junho de 2010 às 10:04
HUM...
Posso dizer que, de repente, fiquei com inveja?
Mas já passou! ;)
O ano passado eu fui. (A rodrigando não pode ir.)
Este ano foi a rodrigando. (A tresgues não foi).
Ainda bem.
Já viu as filas, se todos pudessem ir, todos os anos? ;)

Agora, a sério: fiquei contente por ter ido, porque me recordo de me ter dito, o ano passado, que adorava a bela sardinha e tudo o mais que lhe está associado nestas festas lisboetas.

Boa semana.
De rodrigando a 7 de Junho de 2010 às 19:57
Pois aí por essas bandas não há arraiais,não é?
Mas todas as pessoas dizem que este ano estão bons, apesar de muita gente e alguns também muito caros. Estou desejosa da noite de Santo António para ver as marchas (pela televisão,CLARO), na Avenida deve ser muito bonito mas deve ser o caos para sair de lá.
Um grande abraço.
De tresgues a 8 de Junho de 2010 às 19:19
O ano passado vi-as todas.
Sentada no passeio... do Rossio.
Já tinham desfilado.
Mas estavam todos mais cansados do que eu :)
De rodrigando a 8 de Junho de 2010 às 21:22
É verdade é preciso mesmo muita carolice
. Na noite de Santo António, quando vêm do desfile vão aos arraiais do bairro para se alimentarem e é desde bolhas nos pés, entorses, dores de costas e cansaço extremo. Vê-se de tudo.
Mas também há os que, se pudessem, continuavam a dançar até ao dia seguinte.
Tudo o que é bonito dá trabalho e cansa.
De Tina a 7 de Junho de 2010 às 22:27
Sabes que por vezes, quando passo por tendas onde se prepara o algodão, apetece-me ir até lá, fazer -me passar por pequenina e comprar também um algodão doce!
Mas, retraio-me, com vergonha...e aquele sabor tão gostoso na boca a desaparecer nas palilas gustativas parece surgir, por momentos, como que por encantamento...são as nossas reminscências de infância que ficam gravadas, adormecidas e acordam, só pelo simples facto de "vermos" e "querermos" experimentar uma vez mais.
Gostei muito deste post, pois recordei minha infância, alguns sabores que não esqueci, de todo!
Um abraço, Adélia!

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. PAI SE É POSSIVEL...

. SINA ...(?)

. PASSARAM-SE 34 ANOS

. EU MORO NA BRANDOA...

. ILUSÃO

. REVIRAVOLTAS

. HOJE

. TVI - PORQUE A SOLIDARIED...

. ONTEM FIZ

. OFICIALMENTE...

.tags

. todas as tags

.Música
Música
The Prayer - Celine Dion
.subscrever feeds